O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae) de Indaiatuba deu início à 4ª fase de substituição das antigas redes de distribuição de água tratada por Método Não Destrutivo (MND). Serão substituídos 5.578,88 metros de redes e 602 unidades de ligações prediais. A previsão é que a etapa seja concluída até o final deste ano.

A setorização e substituição da Rede de Distribuição de Água engloba a área Central e os bairros Cidade Nova I e Vila Georgina.

Com a finalização da 4ª fase, serão 27.9 quilômetros de substituição entre os bairros, da Região Central, Cidade Nova I, Vila Georgina, Vila Vitória, Jardim Rossignatti, Vila Almeida, Jardim Pau Preto e Vila Nossa da Candelária.

Para custear a obra, foi feito um contrato, em março, com o Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro). Assim, a obra chega em sua última e 4ª fase, com a utilização de verba obtida a fundo perdido, ou seja, sem a necessidade de reembolso ao órgão estadual, no valor R$ 1.360.122,45 e a contrapartida da autarquia de R$ 1.602.356,21.

“As ações são realizadas com intuito de reduzir os índices de perdas de água do município para garantir a regularidade e qualidade na distribuição de água potável, obter um sistema de abastecimento eficiente e identificar os volumes anuais de vazamentos nos sistemas. Isso coloca em prática as soluções e ações constantes do Plano Diretor de Combate às Perdas de Água em Indaiatuba”, informa o Departamento de Comunicação Social do Saae.

“A setorização e substituição são necessárias, pois, a área central de Indaiatuba possui uma rede de distribuição de água muito antiga e em fibrocimento (ferro fundido e aço galvanizado). Essas tubulações possuem diâmetros reduzidos e, em alguns trechos, estão quase que totalmente bloqueadas pela existência de incrustações, sendo constante as ocorrências de vazamentos nesses trechos”, acrescenta a autarquia.

A redução do índice de perdas de água no município de Indaiatuba é uma ação prioritária do Plano das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, que tem como meta atingir o índice máximo de perdas na rede de distribuição de 25%.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.