Por Patrícia Lisboa

Os prefeitos da Região Metropolitana de Campinas (RMC) se reuniram na manhã de sexta-feira (19/3), em Campinas, para discutir medidas de combate à pandemia de covid-19, entre elas, o lockdown regional, que acabou descartado, neste momento.

O prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), participou do encontro. Como informou o Blog da Pimenta mais cedo, a Prefeitura de Indaiatuba já tinha se posicionado contrariamente à adoção do lockdown, sem um decreto do governo do Estado.

“Não haverá lockdown em Indaiatuba e nas cidades da região metropolitana. Cobramos do governo do Estado maior disponibilidade de leitos de UTI para atender os pacientes de covid. Também cobramos uma maior agilidade na distribuição de vacinas, para que nós possamos imunizar o quanto antes a nossa população e voltar à vida normal, principalmente o comércio, que está sofrendo muito com essa situação”, disse Gaspar, em rede social.

De acordo com o prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), o lockdown é uma medida de difícil operacionalização e não será adotado, no momento, principalmente por causa do impacto que a suspensão do transporte coletivo teria no setor de saúde.

“Mais de 25 mil pessoas trabalham na área da saúde em Campinas. A maioria delas não tem carro e precisa chegar até ao trabalho por ônibus. Outra preocupação é a vacinação contra a covid-19, já que muitas pessoas vão até os Centros de Imunização de transporte coletivo”, justificou.

A antecipação de feriados também não está sendo considerada, segundo Saadi. “Os prefeitos colocaram suas preocupações sobre os riscos de que a antecipação pudesse gerar mais aglomerações, com as pessoas realizando festas ou churrascos, por exemplo. Por isso, neste momento, essa possibilidade está descartada”, acrescentou o prefeito de Campinas.

Mas, os prefeitos irão intensificar a fiscalização do cumprimento do toque de recolher, das 20h às 5h, a partir de hoje. Os prefeitos também alertaram que adotarão medidas rígidas para coibir que bares, restaurantes e todo tipo de comércio não cumpram as medidas adotadas pelas respectivas prefeituras.

Também por rede social, o prefeito de Indaiatuba pediu para que a população evite sair de casa, não faça festas clandestinas e aglomerações, que têm aumentado a disseminação do vírus.

“Vamos, sim, neste caso das festas, agir com muito rigor e com muita energia”, afirmou Gaspar.

A reunião teve a participação de 19 dos 20 prefeitos da RMC. Somente se ausentou o prefeito de Paulínia, Du Cazellato (PL).

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.