Por Patrícia Lisboa

De acordo com os dados do Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (Ciiagro), Indaiatuba atingiu estado de alerta pela baixa umidade do ar, nesta quinta-feira (20/5), com o índice de 19,2% registrado às 16h.

Os níveis inferiores a 60% são prejudiciais à saúde humana, segundo a Organização Mundial da Saúde. Os problemas que podem ocorrer são complicações alérgicas e respiratórias, sangramento do nariz, ressecamento da pele e irritação olhos.

Para evitar os problemas, a recomendação é para evitar exercícios físicos, especialmente ao ar livre, entre 10 e 16h; umidificar os ambientes com vaporizadores, recipientes com água ou toalhas molhadas nas janelas. É importante beber bastante água, para evitar a desidratação, que pode causar confusão mental e outras situações de risco à saúde.

INCÊNDIOS

A baixa umidade relativa do ar, com o tempo seco, também aumenta o potencial para a ocorrência de incêndios.

No início da noite de ontem (19/5) em Indaiatuba, foi registrado um incêndio em um canavial, na Rodovia João Ceccon, que liga a cidade ao Distrito de Cardeal, pertencente a Elias Fausto. Segundo a Defesa Civil, a usina responsável pela plantação de cana de açúcar foi acionada e apagou o incêndio. Também foi registrado fogo em mato, nas proximidades do conjunto habitacional Caminho da Luz, no bairro Tombadouro.

Para evitar as queimadas, que também são prejudiciais à saúde, a recomendação é para que as pessoas não joguem cigarros ou fósforos acessos às margens das avenidas, terrenos e rodovias, especialmente de carros em movimento; não soltem balões, não acendam fogueiras e também não queimem folhas secas ou lixos para limpar terrenos baldios. A queimada é crime ambiental.

Incêndio em canavial foi registrado no início da noite de ontem (Foto: Patrícia Lisboa/Blog da Pimenta/Direitos Reservados)

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.