Indaiatuba sediou, ontem (5/10), a 2ª Assembleia Geral Ordinária do Consórcio intermunicipal do Ribeirão Piraí (Conirpi). Durante a reunião, foi informado que o governo do Estado vai liberar R$ 70 milhões para a construção da barragem do Ribeirão Pirai, uma das fontes de abastecimento de água de Indaiatuba, Salto, Itu e Cabreúva, que compõem o consórcio.

O encontro foi realizado no gabinete do prefeito Nilson Gaspar, presidente do consorcio, e contou com as participações do superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae), Pedro Claudio Salla; da superintendente adjunta do Saae, Vanessa Kühl; e dos prefeitos de Salto, Laerte Sonsin, de Itu, Guilherme Gazola, e de Cabreúva, Antonio Carlos Mangini.

A construção da barragem se torna ainda mais urgente com o longo período de estiagem na região.

Segundo o consórcio, por intermédio do deputado estadual, Rogerio Nogueira, foi realizada uma reunião com o vice-governador, Rodrigo Garcia, e com o secretário de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, que entenderam a importância do projeto e solicitaram alguns documentos para dar prosseguimento para aprovar liberação de recursos para construção da barragem.

Com o anúncio da liberação da verba também foi discutida a necessidade do aporte financeiro das cidades que compõem o consórcio, para conclusão dos processos de desapropriação dos imóveis impactados pelo empreendimento, na ordem de R$ 15 milhões, que serão repartidos, por meio de contrato de rateio proporcional entre os municípios. O governo federal também firmou convênio para o repasse de R$ 60 milhões. O custo total da obra está estimado em R$ 130 milhões e é discutido há cerca de 20 anos.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Indaiatuba, os membros do Conirpi destacaram a receptividade do Governo do Estado em colocar a barragem do Piraí dentro das prioridades, lembrando que com a escassez hídrica, principalmente no interior do Estado, tem enfrentado arduamente os longos períodos de estiagem e precipitações chuvosas abaixo da média.

A assessoria informou também que, no encontro, foi apresentado o projeto de construção da barragem do Piraí, que será construída na divisa dos municípios de Itu e Salto. Terá 386 metros de comprimento, 15 metros de altura, espelho d´água de 1,3 km² e capacidade para armazenar 9 bilhões de litros de água.

A área total a ser desapropriada é de mais de 2,97 km². A obra garantirá a ampliação do volume de captação dos municípios de Indaiatuba, Salto e Itu.

ESTADO

O governo do Estado faz, neste início de tarde, o anúncio da liberação de verba, por meio do programa Água é Vida. Confira no vídeo abaixo.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.