Por Patrícia Lisboa

Em razão do frio intenso que está previsto para atingir Indaiatuba e todo o Estado de São Paulo, a partir da noite desta quarta-feira (28/7), o prefeito de Indaiatuba, Nilson Gapar (MDB), anunciou, ontem, que a Secretaria Municipal de Assistência Social vai intensificar a ação de acolhimento às pessoas em situação de rua, com a instalação de um abrigo provisório.

“Vai ter cobertores, agasalhos e também um atendimento voltado à saúde, além do fornecimento de produtos de higiene, banho e alimentação”, informou o prefeito.

Hoje, a partir das 18h, as equipes do serviço de abordagem social vão buscar essas pessoas em locais que elas costumam ficar nas ruas e que já foram mapeados e vão levar para o abrigo provisório.

Como no inverno do ano passado, o abrigo provisório vai funcionar no Centro de Lutas do Jardim João Pioli, que fica na Rua Antônio Magnusson, s/nº, no Jardim Morada do Sol, com a oferta de 40 vagas.

Segundo a Prefeitura, para os que aceitarem o abrigo e tiverem um animal de estimação, em frente ao local, também terá um espaço para os animais, com alimentação e cuidados. Para os que não aceitarem o auxílio da equipe de abordagem social, serão ofertados colchonetes e cobertores.

O atendimento às pessoas em situação de rua é feito pelo Centro De Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Constantemente, a equipe de abordagem busca a ressocialização das pessoas em situação de rua. O telefone de contato do Creas é 0800 772 772 1 – de segunda a sexta, das 8h às 17h. Fora destes dias e horários, o contato tem que ser feito pelo 153, da Guarda Civil.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.