Por Patrícia Lisboa

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba informa que, nesta sexta-feira (1º/10), não foi registrada nenhuma morte com diagnóstico de covid-19, mas, foram confirmados 43 novos casos da doença. Do início da pandemia até agora, a cidade contabiliza 31.836 contaminações pelo coronavírus, sendo que 789 pessoas morreram e 31.038 estão curadas ou em recuperação domiciliar.

Hoje, há 23 pessoas com sintomas de síndrome respiratória internadas nas alas para a covid-19, no sistema de saúde de Indaiatuba, sendo que nove delas têm diagnóstico confirmado para a doença, mesmo número de ontem. Do total de internados, dez estão em leitos clínicos e 13 estão em leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 90% no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), que atente pelo SUS, e de 26% no Hospital Santa Ignês, da rede particular. Nas enfermarias, os índices de ocupação são de 40% no Haoc e de 25% no Hospital Santa Ignês.

Lembrando que, na última quarta-feira (29/9), com a diminuição das internações – o Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc) – que atende pelo SUS – confirmou que reduziu de 24 para 10 o total de leitos exclusivos para a covid-19, na UTI, e de 60 para 20 leitos, na enfermaria. Os 54 leitos – 14 de UTI e 40 de enfermaria – foram destinados ao atendimento de pacientes com outras doenças.

O Hospital Santa Ignês tem 14 leitos em UTI e oito em enfermaria para o atendimento de pacientes com sintomas de síndrome respiratória, no momento.

VACINAÇÃO

A vacinação contra a covid-19 segue, em Indaiatuba, e até agora, 205.200 pessoas tomaram a primeira dose; 154.026 receberam também a segunda dose; 6.860 pessoas tomaram a vacina de dose única e 160.886 pessoas já têm a imunização completa.

CUIDADOS

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a pessoa que apresentar qualquer sintoma de contaminação pelo coronavírus, que causa a covid-19, que procure o atendimento on-line Minha Saúde Covid-19. O acesso é pelo site da Prefeitura.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo WhatsApp da Saúde (19) 9 9779-3856.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.