Por Patrícia Lisboa

O vice-governador de São Paulo e secretário de Estado do Governo, Rodrigo Garcia (PSDB), – como governador em exercício em razão da viagem do governador João Doria (PSDB) ao Exterior –fez o anúncio oficial do repasse de R$ 70 milhões para a construção da barragem do Ribeirão Piraí, em cerimônia, no Museu da Água, em Indaiatuba, na manhã desta terça-feira (26/10). O evento reuniu autoridades estaduais e da região.

O governador em exercício também fez a entrega oficial da reforma da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Indaiatuba.

CONFIRA O VÍDEO:

BARRAGEM DO PIRAÍ

O superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), Francisco Eduardo Loducca, explicou que o repasse do Estado é feito por meio de um convênio entre o DAEE e o Consórcio Intermunicipal do Ribeirão Piraí (Conirpi), que foi criado para a construção da barragem e é constituído por representantes dos municípios que se beneficiarão com a obra, sendo eles, Indaiatuba, Salto, Itu e Cabreúva – que têm, juntos, mais de 600 mil habitantes.
Loducca também falou sobre as especificações técnicas da barragem.

CONFIRA O VÍDEO:

A barragem do Piraí terá 386 metros de comprimento, 15 metros de altura, espelho d´água de 1,3 km² e capacidade para armazenar 9 bilhões de litros de água.

O custo total da obra está estimado em R$ 130 milhões. O governo federal também já fez um repasse para a obra, no valor de R$ 50 mil, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo Dilma Rousseff (PT).

Para custear desapropriações necessárias para a obra, os municípios farão o rateio do valor total de R$ 18.654.119,33.

Indaiatuba – a maior das quatro cidades, com 201.619 habitantes (censo de 2010) – terá a maior parcela do rateio, no valor de R$ 7.478.881,67. Itu, com 154.147 habitantes, ficará com a segunda maior parcela, de R$ 5.717.949,06. Salto, com 105.516 moradores, pagará R$ 3.914,024,36 no rateio. Cabreúva, a menor cidade, com 41.604 habitantes, e que ainda não utiliza da água do Ribeirão Piraí, ficará com a menor fatia, no valor de R$ 1.543.264,24.

A construção da barragem do Ribeirão Piraí é discutida pelos municípios que utilizam o manancial para o abastecimento de água há cerca de 20 anos.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.