Por Patrícia Lisboa

A partir desta terça-feira (17/8), o governo do Estado de São Paulo retira as restrições de horários e limite de público para o comércio e serviços e demais atividades econômicas não essenciais, mas mantém obrigatórios o uso da máscara e os protocolos de distanciamento social e higiene, com uso do álcool em gel.

Os shows com público em pé, pistas de dança e torcidas em estádios continuam proibidos, mas, há expectativa de liberação desses eventos em novembro.

Do dia 1º deste mês até ontem (16/8), o limite era de 80% de capacidade para atendimentos presenciais, com funcionamento até meia-noite.

A nova fase do Plano São Paulo, com a liberação para funcionamento do comércio e serviços com 100% da capacidade ocorre, segundo o governo estadual, por causa da melhora dos índices da covid-19 e do avanço da vacinação contra a doença.

Indaiatuba, ontem (16/8), atingiu o público de 18 anos – última faixa etária da fase adulta – com a vacinação contra a covid-19 e, hoje, abre o cadastramento no Minha Vacina para adolescentes de 12 a 17 anos. A data da vacinação desse público, porém, depende da disponibilidade de doses da vacina e não tem data confirmada para iniciar, no município.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado ontem, Indaiatuba soma 746 óbitos e 30.564 contaminações pelo novo coronavírus, sendo que 29.771 pessoas estão curadas ou em recuperação domiciliar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 96% no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), que atende pelo SUS, e de 71% no Hospital Santa Ignês, da rede particular.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.