A Banda Sinfônica da Sociedade Mantenedora da Corporação Musical Villa-Lobos apresenta no próximo sábado (20/10), a partir das 20h, o concerto virtual Ritmos Latinos II, que reúne em seu repertório três obras da música latina. A exibição acontece no canal da corporação no YouTube. O evento conta com apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

Em Street Tango, o compositor argentino e virtuoso “bandoneón” Astor Piazzola acrescentou uma nova dimensão ao tango tradicional utilizando elementos do jazz, harmonias estendidas e dissonâncias. “Nesta versão de Robert Longfield, Street Tango foi lindamente adaptada para banda de concerto com uma variedade em texturas, ritmos e uma natureza ‘quase’ improvisada, resultando num trabalho vibrante para o palco de nosso concerto virtual”, destaca o maestro Samuel Nascimento de Lima.

Astor Pantaleón Piazzola foi um compositor, “bandoneonista” e arranjador argentino. Suas obras revolucionaram o tango tradicional em um novo estilo denominado “nuevo tango”, incorporando elementos do jazz e da música clássica. Pelo conjunto de sua obra, foi descrito por Stephen Holden como “o mais importante compositor de tango do mundo”.

Robert “Bob” Longfield é um compositor, arranjador, maestro e pedagogo norte-americano, conhecido mundialmente por seus trabalhos para Banda de Concerto e Orquestra de Cordas. Atualmente, é o Diretor Musical da Banda Sinfônica de Miami, nos Estados Unidos.

CALIENTE

“Em Santana a Portrait, o maestro e arranjador Giancarlo Gazzani nos convida a um delicioso passeio por grandes sucessos do guitarrista Carlos Santana, como Flor D’Luna, Oye Como Va, Europa e Smooth”, explica o maestro. “Raros são os momentos onde podemos ter em uma mesma obra o tempero caliente do ritmo latino, combinado com o ‘colorido’ da instrumentação de uma banda sinfônica. Neste arranjo, temos tudo isto e muito mais. É um convite ao ouvir e sonhar”.

Carlos Humberto Santana Barragán, artisticamente conhecido como Carlos Santana, é um compositor, guitarrista e arranjador mexicano. Tornou-se famoso na década de 1960 com a banda Santana Blues, ganhando projeção mundial com sua apresentação no Festival de Woodstock em 1969.

Giancarlo Gazzani nasceu em Roma em 1941, estudou trombone, composição e regência. Músico eclético, trabalhou como regente de várias orquestras sinfônicas e rítmicas. Produziu muitas composições e transcrições originais para Bandas de Concerto. Atualmente, ocupa a cadeira de regente titular da Orquestra do Conservatório de Turim.

MAMBO

“Finalizando nosso encontro virtual musical, chegamos a At The Mambo Inn uma composição de Mario Bauzá, Grace Sampson e George Woodlen”, conta Samuel. “O arranjador japonês Toshio Mashima fez um arranjo de swing para a banda de concerto, onde podemos destacar o acompanhamento de uma grande seção de percussão, entremeados com maravilhosos solos, onde o mambo latino-americano mostra toda sua exuberância”.

Nesta música, a Banda Sinfônica da Corporação Musical Villa-Lobos conta com a participação especial do trompetista brasileiro Moisés Alves, que trabalhou em grandes Orquestras em Cuba. “De lá, trouxe consigo aquele tempero característicos dos ritmos tocados na ilha caribenha”, ressalta o maestro. “Um imperdível convite à pista de dança”.

Prudencio “Mario Bauzá” Cárdenas foi um músico afro-cubano. Um dos primeiros a introduzir a música cubana nos Estados Unidos, trazendo estilos musicais da ilha caribenha para a cena do jazz de Nova York. Sua composição intitulada Tangá foi a primeira a mesclar harmonia e técnica de arranjos de jazz, com solistas deste estilo musical norte-americano, com ritmos afro-cubanos. Por este motivo, é considerada a primeira verdadeira melodia de jazz afro-cubano ou jazz latino.

Toshio Mashima foi um compositor e arranjador japonês da província de Yamagata. Formou-se na Kanagawa University, cursando posteriormente o Yamaha Band Director. Estudou composição musical com Bin Kanade e teoria de jazz com Makoto Uchibori. Mais tarde, como instrumentista, tocou trombone em bandas de jazz e pop.

Em seguida, atuou como assistente do maestro Naohiro Iwai, passando a compor para Bandas de Concerto. Ganhou o prêmio da 7ª Competição de Bandas da Sociedade Acadêmica do Japão para Bandas de Sopro e Percussão. Faleceu em 21 de abril de 2016, aos 67 anos.

O trompetista Moisés Alves nasceu em Campina Grande, no estado da Paraíba, e estudou em Brasília (DF), onde atua na Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro desde 1989. Durante o ano de 1997 residiu em Cuba, participando como músico convidado na Orquestra Sinfônica de Matanzas, no Grupo de Son de Oro e na Banda Brava, entre outros.

De volta ao Brasil, participou de diversos grupos e atuou com artistas como Só Pra Contrariar, Alexandre Pires, Roberta Sá, Elsa Soares, Diante do Trono, João Donato e Ney Matogrosso, entre outros. Como educador, tem sido convidado para lecionar em diversos festivais de relevância no cenário da educação musical brasileira.

SERVIÇO

Concerto Virtual ‘Ritmos Latinos II’
Com: Corporação Musical Villa-Lobos
Regência e produção: Samuel Nascimento de Lima e Tiago Roscani
Data: 30 de outubro
Horário: 20 horas
Onde assistir: www.youtube.com/channel/UC8l5Ahye1jz8qbFWuqRGO1g

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.